você está namorando ou quer namorar?

Antes de pensarmos em achar a pessoa certa para a nossa vida, precisamos querer ser a pessoa certa na vida de alguém. Independentemente de termos ou não alguém, precisamos nos perguntar: Eu sou a melhor pessoa que eu poderia ser no meu namoro? Onde quero chegar com um namoro? Afinal, quem ama quer fazer o outro feliz!

Se estamos namorando é porque pretendemos, um dia, dar um passo mais concreto no relacionamento e selar, diante de Deus, a nossa escolha. Para quem não sabe, ou anda meio desavisado, isto é casar-se! Aí é preciso lembrar que o casamento dará certo se ele for fruto de um namoro que deu certo! O problema, creio eu, é que o mundo anda meio esquecido e tem resumido suas decisões em “se não der certo, a gente separa”. A imaturidade afetiva tem sido a grande causa das separações e as conseqüências disso têm sido as piores possíveis.

O casamento é para sempre! Talvez você não saiba disso, ou até não acredite mais nisso! E talvez você não saiba que o Chile, no ano de 2004, legalizou o Divórcio. Só em 2004? Sim, só em 2004. A nova lei pôs fim a um texto que defendia o matrimônio como sendo para toda a vida há 120 anos! Segundo a Biblioteca do Congresso Nacional do Chile, em artigo sobre o assunto, o medo dos que defendiam a não aprovação da nova lei que legalizou o divórcio, era que a existência do divórcio poderia abalar a estabilidade da instituição do matrimônio; servir para abusos, ao perder seu significado de ser para toda a vida; e que poderia causar instabilidade na família com conseqüentes danos emocionais.

Com certeza podemos dizer aos nossos vizinhos de língua hispânica, com toda propriedade, que este medo que eles tinham procede. Basta olhar para a realidade brasileira. Afinal, estamos “bem à frente” dos nossos parceiros da América Latina, uma vez que, aqui, a Lei do Divórcio tem mais de 30 anos e o número de divórcios só cresce! Se as estatísticas assustam, precisamos ser inteligentes e decidir não fazer parte delas um dia. Relacionamentos duradouros, compromissos definitivos. O mundo não tem se preocupado com isso. A cada um de nós é dada a possibilidade de escrever uma história diferente.

Aí vemos também um lindo sinal de que ninguém vive em busca de fracassos, mas de sucessos, não só profissional, mas também na vida afetiva. Sabe por quê? Porque dentro de nós existe um anseio de felicidade! É próprio do ser humano desejar segurança, estabilidade, paz, tranqüilidade, harmonia, amor mútuo, ser importantes na vida de alguém, fazer bem a quem amamos sem querer nada em troca, ter uma família, filhos, netos, sobrinhos.

Nenhum outro ser criado por Deus tem essas características, só nós, seres humanos! Na vida afetiva, precisamos agir com o mesmo empenho, cautela e determinação para termos sucesso, procurando corrigir em nós o que não constrói o relacionamento. Se for para a pessoa da nossa vida, ela merece o melhor de nós! Isso é amar! E aí, você está namorando ou quer namorar?

 

[Fonte: http://qualasuavocacao.wordpress.com %5D
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s